Curiosidades | Algum filme brasileiro já ganhou o Oscar?


0
26

Infelizmente isso ainda não aconteceu, e nenhum brasileiro teve o prazer de subir no palco e pegar a estatueta tão desejada pelos cineastas. No entanto, indicações é o que não faltam, vem ano, passa ano e nós conseguimos aparecer em uma categoria, mesmo que a banca ainda não tenha dado os devidos olhos para nós.

O mais perto que conseguimos chegar do prêmio foi em 1959 com o filme “Orfeu Negro”, o qual foi adaptado da peça Orfeu da Conceição de Vinícius de Moraes. Com trilha sonora de Tom Jobim e Luís Bonfá, protagonizada pelo brasileiro Breno Mello, encenada em uma favela do Rio de Janeiro e indicada na categoria “Melhor filme estrangeiro”, o “Orfeu Negro” conseguiu ganhar o Oscar. Contudo, o diretor era o francês Marcel Camus e o Brasil não levou mérito algum.
Além disso, Vinícius, Antônio Mara e Agostinho dos Santos tiveram suas composições incluídas nessa obra, mas não receberam créditos por isso.
Bateu na trave
Conheça outras produções brasileiras que já foram indicadas

 

  • O Pagador de Promessas (1963) – Melhor Filme Estrangeiro
  • O Beijo da Mulher-Aranha (1986) – Melhor Ator (Willian Hurt), Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro Adaptado
  • O Quatrilho (1994) – Melhor Filme Estrangeiro
  • O Que É Isso, Companheiro? (1998) – Melhor Filme Estrangeiro
  • Central do Brasil (1999) – Melhor Atriz (Fernanda Montenegro) e Melhor Filme Estrangeiro
  • Cidade de Deus (2004) – Melhor Diretor, Melhor Fotografia, Melhor Edição e Melhor Roteiro Adaptado
  • Uma História de Futebol (2004) – Melhor Curta-metragem
  • Diários de Motocicleta (2005) – Melhor Canção Original (“Al Otro Lado del Rio”) e Melhor Roteiro Adaptado
  • Lixo Extraordinário (2010) – Melhor Curta-metragem
  • O Sal da Terra (2015) – Melhor Curta-metragem
Esse ano pela primeira vez temos uma animação brasileira indicada ao Oscar: O Menino e O Mundo. Neste filme de Alê Abreu, um menino vai em busca do pai que saiu do campo para tentar novas oportunidades na grande cidade. No entanto, o menino acaba descobrindo um mundo bem diferente do que ele imaginava, marcado pelo capitalismo, pela exploração e pela pobreza. Confira o trailer: