Resenha | Gelo Negro – Becca Fitzpatrick


0
Um programa de férias nada convencional: ir escalas as montanhas, enquanto todas as outras pessoas estão indo para as praias paradisíacas. No entanto, o que parecia ser uma aventura acabou se tornando um pesadelo interminável. Gelo Negro traz uma trama envolvente, eletrizante e que vai te surpreender. Confira.
Título: Gelo Negro
Autor: Becca Fitzpatrick
Páginas: 302
Editora: Intrínseca
Ano: 2015

Sinopse: Britt Pfeiffer passou meses se preparando para uma trilha na Cordilheira Teton com a melhor amiga, mas não estava pronta para enfrentar a violenta nevasca que as pegou de surpresa no caminho. Ao procurar abrigo em uma cabana isolada, elas conhecem dois homens atraentes dispostos a ajudá-las. Pelo menos é isso o que as duas acham.
Criminosos foragidos, eles as fazem reféns. Para se salvar, Britt vai ter que ajudá-los a fugir em segurança, apesar do frio e da neve. Mas, durante a arriscada jornada em meio à natureza selvagem, o que de início é a ameaça pode se tornar a salvação.

Em Gelo Negro, acompanhamos a história de Britt e sua amiga Korbie, as quais ao irem para as montanhas, não esperavam por uma tempestade de neve, a qual arruinou completamente os planos das duas. No entanto, para sobreviver elas tiveram que sair para procurar ajuda e infelizmente acabaram caindo nas mãos erradas. Contudo, para a sobrevivência de todos, eles terão que se ajudar e a cada passo dado uma terrível verdade se aproxima.
O livro se inicia em uma completa tensão e você acredita que seguirá assim, contudo é só virar algumas páginas que a emoção acaba e a leitura se torna maçante. E por vários capítulos é necessário se esforçar para continuar a ler, o que, sem dúvidas, vale muito a pena, pois a partir de um acontecimento o rumo da trama muda completamente e ganha um impulso novamente.

Eu estava com fome, precisava ir ao banheiro e estava presa em uma montanha. Estava abandonando meu carro em busca de um abrigo melhor, e não sabia se encontraria um.
Página 43

E em meio a todos os problemas que Britt e Korbie passam, você fica angustiado e ainda mais curioso para saber o porquê do motivo dos criminosos estarem refugiados e qual é o terrível segredo que os dois escondem. E posso afirmar com certeza que é muito surpreendente e foge de tudo o que eu esperava.
Além disso, os personagens foram muito bem construídos, bem aprofundados e com características bem evidentes e convincentes. E um ponto forte do livro são as lembranças da protagonista Britt, os quais também se interligam e de um modo ou outro explicam muitas coisas.

Seus corpos só serão encontrados depois de dias, e até lá Ace e eu já teremos descido as montanhas e estaremos muito longe daqui. Não temos nada a perder. E então, meninas? – Ele nos encarou. – O que vai ser?

Página 66
Becca evoluiu muito a sua escrita desde “Hush, Hush”, e isso fica muito claro em diversos pontos do livro. No entanto, foi no desfecho da trama que foi possível admirar a habilidade da autora em entregar uma história convincente e que conclui ligando todos os pontos soltos durante o livro.
Gelo Negro me surpreendeu mais do que eu esperava, trouxe um bom suspense, uma dose de romance, muita tensão e um desfecho ao melhor estilo Coben. Contudo, a história possui algumas falhas e umas cenas difíceis de “engolir”, o que não estraga o livro, mas não o deixa com todas as estrelas.
E vocês, já conheciam este livro ou algum outro trabalho da autora? Ficaram curiosos com a trama?