Resenha | Operação Impensável – Vanessa Barbara


0
Viver um cotidiano conjugal recheado de referências à Guerra Fria pode parecer inusitado e arriscado, mas a autora Vanessa Barbara propôs esse desafio aos leitores de sua sexta obra e vencedora na categoria Romance do Prêmio Paraná de Literatura, Operação impensável. Confira!
 
Título: Operação Impensável
Autor: Vanessa Barbara
Páginas: 224
Editora: Intrínseca
Ano: 2015

Sinopse:
Operação Impensável foi o nome de um plano de ataque à União Soviética liderado pelo então primeiro-ministro britânico, Winston Churchill, logo após a Segunda Guerra Mundial. Segundo a historiadora Lia, essa foi a manobra que deu início à Guerra Fria, conflito entre os Estados Unidos e a União Soviética que durou 45 anos. Operação Impensável é também um plano de Lia para descobrir definitivamente o que há de errado em seu casamento com Tito. Para ela, o conflito dura 43 dias angustiantes.

O sexto livro de Vanessa Barbara já apresenta em seu prólogo de tirar o fôlego a frustração e tristeza com que a personagem Lia narrará sua história, no entanto, mesmo avisando ao leitor de que o desenrolar da narrativa não terá o mesmo ritmo dos parágrafos iniciais, confesso que esperei mais de boa parte dos capítulos, alguns tornaram-se até maçantes.
 
Enquanto conta uma trajetória amorosa em destino ao desastre, a autora vai adequando e precedendo capítulos com referências à Guerra Fria muito bem elaboradas e encaixadas, de forma tão inteligente que a ligação entre a Guerra e o fato a ser relatado aparente ser um acaso.
Apesar de manter os personagens com personalidades rasas e descrever uma vida comum, a sensação de estar descendo lentamente uma ladeira para o clímax anima o leitor a continuar virando as páginas, mas certo de que não encontrará nada surpreendente ou longe do esperado.
 

“Acho que fui um Xbox antigo e feio na vida do Tito, uma geringonça que veio de longe e demorou um tempão para chegar. Mas que possuía defeitos; então ele enjoou e trocou por um outro.”

 

 
Operação Impensável é excelente para quem deseja entrar no apartamento de Lia, acompanhar até os últimos dias sua vida conjugal e receber uma enxurrada de curiosidades sobre o período que aterrorizou o mundo. No entanto, o fato da maioria da obra ser preenchida com anedotas (muitas das quais desnecessárias para o desenrolar da história), em detrimento de pontos importantes à criação de uma real tensão e comoção com a protagonista, a obra não recebeu nossas cinco estrelas.